Schluter Ditra 25

  • Lâmina de impermeabilização
  • Desacoplamento entre o suporte e o revestimento
  • Distribuição uniforme do calor em pisos radiantes
  • Controlo da pressão do vapor de água
  • Distribuição de carga
SCHLUTER DITRA 25 é uma lâmina de polietileno com cavidades quadradas cortadas em forma de cauda de andorinha. A parte de trás está coberta por um geotêxtil. A espessura da estrutura tem aproximadamente 3 mm. A longo prazo, o polietileno não é resistente aos raios UV. Por este motivo, deve ser evitada uma exposição intensiva prolongada aos raios solares durante o armazenamento.
SCHLUTER DITRA 25 não apodrece, tem elasticidade e cobre fendas. Para além disso, tem uma elevada resistência relativamente a soluções aquosas, sais, ácidos e bases, muitos dissolventes orgânicos, álcoois e óleos. A resistência relativamente a determinadas exigências específicas deve ser verificada através da indicação da concentração, temperatura e duração de exposição esperadas. A densidade de difusão de vapor de água é relativamente elevada. O material é fisiologicamente inofensivo.
SCHLUTER DITRA 25 é utilizado em várias áreas de aplicação diferentes. A possibilidade de utilização em caso de determinadas condições químicas ou mecânicas deve ser verificada para cada caso individual. As notas que se seguem apenas fornecem informações gerais.
Os pavimentos colocados sobre SCHLUTER DITRA 25 podem produzir um som oco quando se anda sobre os mesmos com solas duras ou quando se bate nos mesmos com um objecto duro.
Em conjunto com pavimentos cerâmicos, SCHLUTER DITRA 25 é utilizada como impermeabilização, como camada de compensação da pressão de vapor em caso de humidade no suporte, como camada de desacoplamento em pavimentos problemáticos, como camada de distribuição de calor em pavimentos radiantes, como camada de distribuição de carga.

Impermeabilização – SCHLUTER DITRA 25 é uma lâmina de polietileno impermeável com uma densidade de difusão de vapor de água relativamente elevada. No caso de uma instalação correcta nas juntas, bem como nas ligações à parede e nas ligações a componentes fixos, SCHLUTER DITRA 25 permite obter uma impermeabilização conjunta com o revestimento de cerâmica.

Desacoplamento – SCHLUTER DITRA 25 desacopla o pavimento do suporte e, desse modo, neutraliza tensões entre o suporte e o pavimento cerâmico resultantes de diferentes deformações dos materiais. As fendas de tensão do suporte também são absorvidas e não são transmitidas para o pavimento de cerâmico.

Compensação da pressão de vapor – Devido aos canais de ar abertos que se encontram na parte inferior da lâmina, SCHLUTER DITRA 25 permite uma compensação da pressão do vapor em caso de humidade na base.

Distribuição de carga (impacto de carga) – Através da base das cavidades quadradas preenchidas com cimento cola, SCHLUTER DITRA 25 transfere os impactos da carga sobre o pavimento cerâmico directamente para o suporte. Deste modo, os pavimentos cerâmicos colocados sobre SCHLUTER DITRA 25 têm uma capacidade de carga elevada.
Em conformidade com uma homologação exigida na Alemanha, SCHLUTER DITRA 25 dispõe de uma licença de construção alemã (abP; allgemeines bauaufsichtliches Prüfzeugnis) e está identificado com a marcação Ü.
Classe de impermeabilização de humidade conforme abP: 0 – B0, bem como A e C. De acordo com a ETAG 022 (impermeabilização em conjunto).
SCHLUTER DITRA 25 dispõe de uma homologação europeia (ETA = European Technical Assessment) e está identificado com a marcação CE de conformidade.
Classe de impermeabilização de humidade conforme ETAG 022: A e C.
Nas áreas em que o trabalho deve ser efectuado segundo a conformidade CE ou a licença de construção alemã (abP; allgemeines bauaufsichtliches Prüfzeugnis), apenas devem ser utilizados cimentos cola verificados para esse sistema.
Instalação

1 – O suporte deve estar isento de elementos da superfície que impeçam a aderência, deve ter capacidade de suporte e estar nivelado. Devem tomar-se medidas para obter uma nivelação antes da aplicação de SCHLUTER DITRA 25, caso seja necessário.

2 – A escolha da substância adesiva deve ser combinada com SCHLUTER DITRA 25 e deve ser em função do tipo de suporte. A substância adesiva deve colar ao suporte e fixar mecanicamente no geotêxtil da lâmina SCHLUTER DITRA 25. Na maioria dos suportes pode ser utilizado um cimento cola hidráulico. A incompatibilidade dos materiais em si poderá ter de ser verificada.

3 – O cimento cola é aplicado com uma espátula dentada (recomendação 3 x 3 mm ou 4 x 4 mm).

4 – As lâminas da SCHLUTER DITRA 25 previamente cortadas à medida são completamente assentes com o geotêxtil no cimento cola aplicado e pressionadas contra a substância adesiva no sentido da aplicação, com a ajuda de uma tábua de aplanar ou de um rolo compressor. Deve ser observado o tempo de respiração da substância adesiva. É vantajoso alinhar a SCHLUTER DITRA 25 durante a aplicação e esticá-la fazendo uma leve pressão. É conveniente a ajuda de uma segunda pessoa para facilitar a instalação. As lâminas individuais devem ser colocadas sucessivamente com uma ligeira pancada.
Nota: Caso a lâmina SCHLUTER DITRA 25 seja colocada apenas devido à sua função de desacoplamento, não será necessário impermeabilizar as juntas e ligações com a lâmina SCHLUTER KERDI. As recomendações sobre impermeabilização devem ser tidas em consideração para a função de impermeabilização.

5 -Para evitar danos na SCHLUTER DITRA 25 colocada ou um descolamento do suporte, é recomendada a protecção da lâmina durante, por exemplo, a colocação de tábuas (sobretudo no centro para transporte do material), contra desgastes mecânicos. Outra recomendação consiste em evitar uma exposição directa prolongada ao sol ou à precipitação em zonas de exterior. Quaisquer acumulações de água devem ser retiradas das depressões dos nós antes da aplicação do cimento cola.

6 – A cerâmica pode ser colocada segundo o método de camada fina com um cimento cola adequado ao revestimento, logo após a colagem da lâmina SCHLUTER DITRA 25. É recomendado, numa fase do trabalho, estucar as depressões quadradas com o lado plano da espátula dentada e, de seguida, alisar a argamassa fina com a parte dentada. Desta forma, a cerâmica é completamente aplicada. Deve ter-se especial atenção e seguir as indicações recomendadas no que diz respeito à colocação de pavimentos com intensas agressões mecânicas, especialmente em zonas de exterior. A profundidade dos dentes da espátula deve ser específica para a tijoleira. Deve ter-se em consideração o tempo que a argamassa fina tem de respirar.

7 – Devem ter-se em consideração as correspondentes notas desta ficha técnica e as habituais recomendações técnicas para juntas de dilatação como juntas perimetrais e de ligação.
O cimento cola utilizado em conjunto com SCHLUTER DITRA 25 e o material de pavimentação têm de ser apropriados para a respectiva área de aplicação e cumprir os requisitos necessários. Em zonas exteriores, esses materiais têm de ser resistentes à água, ao gelo e às diversas condições atmosféricas.
Se forem colocados materiais de pavimentação sensíveis à humidade (p.ex. pedra natural ou placas de resina sintética) e em caso de ocorrência de humidade na parte inferior (p.ex. betonilhas novas (com pouco tempo de cura), SCHLUTER DITRA 25 deve ser utilizado como impermeabilização.
Durante a aplicação de SCHLUTER DITRA 25, p.ex. em zonas exteriores, podem ser necessárias medidas de precaução especiais como a protecção contra raios solares directos.
A utilização de cimentos cola de presa rápida pode ser vantajosa em determinadas aplicações.
SCHLUTER DITRA 25 deve ser protegida com tábuas caso sejam necessários caminhos p.ex. para o transporte de material.
Notas sobre juntas de dilatação:
SCHLUTER DITRA 25 deve ser separado nas juntas de dilatação existentes.
Se for utilizado SCHLUTER DITRA 25 como impermeabilização, deve ser colado SCHLUTER KERDI-FLEX sobre as juntas.
De acordo com as regras válidas, as juntas de fraccionamento devem ser continuadas no pavimento cerâmico.
Nos outros casos, os pavimentos extensos sobre a lâmina SCHLUTER DITRA 25 devem ser divididos em campos mais pequenos com juntas de dilatação segundo as regras aplicáveis. Em zonas exteriores (balcões e terraços) os campos não devem exceder 3 m de comprimento. No entanto, dependendo do suporte, também podem ser necessários campos mais pequenos.
Recomendamos a utilização de diferentes tipos de perfil SCHLUTER DILEX. Nas juntas estruturais devem ser utilizados perfis correspondentes como SCHLUTER DILEX-BT ou SCHLUTER DILEX-KSBT dependendo dos movimentos previstos.
É necessário evitar tensões nos bordos dos pavimentos p.ex. em elementos de construção verticais ou em ligações de parede. As juntas de bordo e as juntas de ligação têm de cumprir as normas aplicáveis e apresentar uma dimensão suficiente para evitar tensões. Recomendamos a utilização dos diferentes tipos de perfil da série SCHLUTER DILEX.